Mensagem do Ministro Tarajo – Novembro de 2018

Mensagem do Ministro Tarajo – Novembro de 2018

Postado por Tarajo do Amanhecer, Com 0 Comentarios, Categoria: Mensagens do Ministro Tarajo,
Louvado Seja Nosso Senhor Jesus Cristo 3x
 
Meus filhos, graças a Deus! Em mais um dia feliz que se assoma no calendário de vossas existências. Dia este, que desde os primeiros raios do sol terrestre, eu me conecto com cada filho meu, com cada ovelha deste meu rebanho. Sinto o pulsar de cada coração, o emanar de vosso ser, a ansiedade, o clamor de vossas almas. Jamais estareis sozinhos.
 
Meus filhos, Graças a Deus! Quisera que cada passo teu fosse arraigado das mais cristalinas realizações. É claro que, às vezes, os passos tendem a ser um pouco tortuosos porque se pensa que a paz ainda está arraigada no que é transitório, no que é mater., material. Meus filhos, olhai essas indumentárias, olhai essas armas tão ricamente cultivadas, tão carinhosamente trazidas do mais alto esplendor celeste. Eu não canso de lembrar de que sois iniciados na mais Alta e Pura Magia Crística. Mas é com tristeza que ainda vejo muitos que estão deixando de lado essa condição porque ainda preferem confiar os pés nas velhas estradas e veem a paz fugir como uma estrela que se vai no horizonte longínquo, não a sente perto no palpar da própria alma. É porque não a procuram, não a observam, não a atentam vivifica-la aonde realmente ela está.
 
Vou ser mais direto. Meus filhos, olhe ao vosso redor. Esta grandeza, este templo, este Pronto-Socorro Universal. Na porta deste templo, meus filhos, nos arredores desta construção física, os olhos físicos não pode divisar, mas há milhares de transientes, espíritos, almas, dos mais complexos e variados padrões vibratórios e com tristeza ainda vejo aglomerações, conversas improfícuas, sem precisão, sem direcionamento, sujeitas a se entrelaçar com vibrações e padrões involuídos e se esquecem que na tua retaguarda, os mais belos seres angelicais estão ansiosos pela oportunidade de mudar substancialmente algo na tua própria existência. Mas ainda prefere entrelaçar o padrão vibratório com esses seres que vêm aqui para serem ajudados, mas que muitas vezes, infelizmente, tornam-se cúmplices de um padrão vibratório não muito feliz. Alertai, meus filhos, observa o teu tempo, as tuas atitudes, o teu olhar, o teu pensamento, o emanar dos teus sentimentos e faça uma reflexão profunda de que além dos pergaminhos cármicos, se não está a acrescentar mais espinhos na tua trajetória. Alerta, meus filhos, sois muito mais do que essas pequenezas, essas picuinhas que o pensamento humano ainda insiste em cultivar. Filhos medianeiros, mensageiros do Verbo Divino, seja recebendo em seus aparelhos os anjos dos céus, ou seja, doutrinando, promovendo o fenômeno da reintegração espiritual. Meus filhos, aproveitem o seu tempo, aproveitem cada instante. Olhai para dentro de si mesmos, não se revistam de julgadores, porque como disse o Cristo. “Com a mesma medida que julgardes, será julgado. Com o mesmo dedo que apontardes, será apontado para o teu coração”. Não te esqueçam que se muitas vezes escolherem o caminhar inverso do que lhe foi proposto nas suas juras transcendentais, será a seta, a espada voltada contra o teu próprio peito.
 
O Universo ouviu o teu clamor, meus filhos, em uma noite cálida e escura, quando a esperança parecia fugir e o Grande Simiromba de Deus vos acolheu para que nesse Sistema Crístico e Universal pudessem refazer as próprias pegadas, mas ainda insisto em dizer que, com tristeza, existem aqueles que persistem, ao invés de apagar, deixar mais rastros para depois terem que ser reajustados, para serem refeitos, mas numa outra condição que somente o próprio Deus poderá definir.
 
A melhor oportunidade é o hoje, o agora, ao ontem fica o aprendizado, o amanhã é tão somente a colheita do que estarão a semear com tuas mãos hoje. Alerta, meus filhos, é com amor que venho lhes falar que tendes tudo na mão, tendes um banquete celeste, mas ainda preferes viver de migalhas. Tens as mãos iluminadas destes celestes mensageiros, mas ainda preferem a rota tortuosa, enganosa, improfícua daquilo que no momento pode parecer brilhoso aos olhos físicos, aos sentidos humanos, mas que para a alma, não acrescentará nada. As palavras de Jesus, filhos, são a mais perfeita verdade. “Valerá querer ganhar o mundo perecível e deixar a alma se perder” Não são palavras minhas, é Daquele Ser mais perfeito, que um dia se fez Carne para mostrar o caminho da redenção humana.
 
Brincar com essa doutrina, é como querer brincar com uma bola de fogo. Suas mãos vão queimar, mas a bola de fogo continuará imponente seguindo a sua direção. Porque o que é humano jamais moldará o que é divino, mas um toque do que é divino pode desestruturar tudo o que é humano. E vos outros, meus filhos, insisto em dizer, não são somente humanos, sois iluminados, então, sendo assim, que a conduta seja concebível, seja inerente ao ser que está em evolução, que às vezes erra, mas que não persiste em querer chafurdar no erro. Pois se me permitem dizer, aí já será tolice, sabendo que é o erro, e querer mergulhar a cabeça nele.
 
Vamos trabalhar, meus filhos. Quando envergarem seus uniformes e entrarem para esse Pronto-Socorro, venham trabalhar. Vamos conversar menos. Trabalhem, trabalhem, curem, se curem e voltem para seus lares. Não percam seus tempos, vou repetir: lá fora há milhares de transientes, um número, posso dizer, até centenário multiplicado com os encarnados, tomem muito cuidado com o que andam falando. Tomem muito cuidado com o que andam olhando, muito cuidado com que andam desejando. Em nome de Nosso Senhor Jesus Cristo, me foi permitido falar dessa forma, porque não quero ver nenhuma ovelha minha se perder, porque vejo em cada filho meu a condição daquele que veio nesta Terra para cumprir uma missão, resgatar seus débitos e voltar para o Lar, voltar para o verdadeiro Lar. Este sim é o propósito dessa existência, filhos. Não percam seu tempo. A passagem para esse lar custa caro, meus filhos, e muitos estão deixando passar a oportunidade. Sois iluminados, sois abençoados, sois muito mais do que as aves que voam no céu. Sois muito mais do que os lírios que nascem nos campos, sois muito mais do que as folhas que se desprendem das árvores e evolam sob o soprar do vento. Sois seres eternos criados a imagem e semelhança do Criador do Universo. Nada menos do que isso. Eu vos amo, que Jesus os abençoe. Sejam a própria luz, a própria paz, o reflexo do amor divino. Que Jesus os abençoe.
 
Salve Deus!

Deixe uma resposta